Geleia de Figos delicada

É uma receita que deixa a geléia de figos bem macia e delicada, porque os figos são cozidos sempre com o fogo baixo, sem evaporar excessivamente. Não sou fã das geleias super concentradas e duras. Primeiro se cozinha os figos com o limão e depois acrescenta-se o açúcar. Não tem erro, se quiser pode passar no liquidificador (antes de acrescentar o açúcar). Eu prefiro picadinho para ter a amada consistência.

geleia figos

Ingredientes
800g de figos maduros sem casca
casca ralada de meio limão
suco de 1 limão
300g de açúcar

Preparo
Em uma panela, colocar os figos picadinhos, a casca e o suco do limão e cozinhe em fogo baixo por 25-30 minutos mexendo de vez em quando.
Agora, junte o açúcar e continue a cozinhar em fogo baixo por outros 15-20 minutos.
Faça a prova do pratinho: coloque uma gota da geleia num pratinho, se ela escorrer lentamente está pronta. Lembre-se: quando esfria ela endurece, por isso quando está pronta fica “quase” líquida e macia.
Ainda quente coloque em vidros esterilizados e deixe esfriar fechado, com a tampa virada para baixo, para criar vácuo, assim dura por 6-8 meses.
Depois de aberta mantenha na geladeira.

 

Pubblicato in conservas, doces/dolci, frutas, geleias, Senza categoria | Contrassegnato , , , , , | Lascia un commento

Pimentas curtidas

Há muitíssimos tipos de pimenta fresca – felizmente! Malaguetas, comaris, jalapeño, de cheiro, dedo de moça, murupi etc… São tantas que só de citá-las fico com água na boca! Aqui têm alguns modos de tratá-as e curti-las.

Dicas para que durem bastante!

1. O tipo de vinagre  ou de óleo fica à sua escolha, mas o azeite melhora a conserva.
2. Os cabinhos podem ser tirados ou não, mas se usá-las inteiras, faça um pequeno corte, de comprido, para que o vinagre entre dentro das pimentas, evitando que se deteriorem, de dentro pra fora.
3. Use vidros esterilizados.
4. Abra de vez em quando o vidro das pimentas curtidas no óleo, porque se ficar muito fechado, pode criar gás.
5. Cubra todas as pimentas da conserva com o azeite, pois se alguma ficar sem o contato com esse produto, poderá embolorar e comprometer toda a conserva.
6. Mantenha a conserva bem fechada e sob refrigeração.

pimenta1x

Pimenta curtida I
Pimentas frescas
vinagre
2-3 dentes de alho
Lave as pimentas e escorra a água e enxugue bem. Misture depois as pimentas ao alho sem casca, ponha num vidro de boca larga e encha com vinagre.

Pimenta curtida II
Pimentas vermelhas secas
1 folha de louro
alho
sal
óleo ou azeite
Depois de secadas ao forno ou ao sol, bata a pimenta, alho e o sal  no liquidificador. Ponha então num vidro de boca larga, colocando a folha de louro ao lado e cubra tudo com óleo. Fica fortíssima.

Pimenta curtida III
Pique as pimentas secas e soque o alho com o sal, misture tudo e ponha no vidro com a folha e louro e cubra com o óleo.

pimenta2x

Pubblicato in conservas, vegetariano | Contrassegnato , | Lascia un commento

Bolinho salgado “presunto e queijo”

Perfeito para o aproveitamento de sobras de presunto, queijos de todos os tipos, etc. As quantidades de presunto e queijo podem variar. Eu coloco um pouco de orégano na massa, mas fica a seu critério. Rápido de fazer e bom para comer a toda hora. Para as quantidades, use sempre a mesma xícara (de chá)

bolo salgadox
Ingredientes
3 ovos
1 colher de sopa de sal
¼ x de óleo
½ x de queijo parmesão ralado
½ x de leite
1 ½ x de farinha de trigo
1 colher de sopa de fermento em pó
100g de presunto picadinho
100g de queijo picado
1 colherinha de orégano

Preparo
Bata as gemas com o sal, o óleo, o queijo ralado e o leite.
Junte a farinha e o fermento peneirados.
Agora é a vez do presunto, queijo e orégano.
Acrescente as claras em neve lentamente. A massa está pronta!
Despeje em uma forma untada com óleo ou manteiga.
Asse por 30 minutos a 175-180 graus.
Fica um bolinho meio seco, perfeito para acompanhar tudo!!!

Pubblicato in entradas/antipasti, queijos, salgadinhos, Senza categoria | Contrassegnato , , , , | Lascia un commento

Bolo de coco com açúcar mascavo

Modernizei a receita: usei óleo de coco no lugar da manteiga e o preparo ficou mais simples. O sabor é DIVINO!

Cozinhando em Roma

É um bolo que faz jus ao maravilhoso sabor do coco fresco. Junto com o açúcar mascavo dão um show de sabores. É feito com óleo de coco, que pode ser substituído por manteiga ou óleo de milho. A parte superior fica bem crocante com o açúcar e o coco colocados antes de assar. Bom de comer toda hora 🙂

bolococo1

Ingredientes
160g de farinha de trigo
100g de açúcar mascavo mais 2-3 colheres para a superfície
80g de óleo de coco (ou manteiga)
3 ovos
1 xicrinha de leite
1 colher de sopa de fermento em pó
200g de coco fresco ralado grosso
1 pitada de sal

Preparo
Bata os ovos inteiros na batedeira por 2 minutos.
Junte o açúcar e bata mais 2-3 minutos.
Agora ponha o óleo de coco e depois o leite, enfim farinha e fermento peneirados (tudo com a batedeira).
É a vez do coco fresco…

View original post 59 altre parole

Pubblicato in Senza categoria | Lascia un commento

Bolo “crumble” com mirtilo e damasco

Alto verão em Roma, época de frutas maravilhosas, fiz este bolo com pêssegos, fica uma delícia!

Cozinhando em Roma

Uma delícia moderna que lembra as cucas do sul do Brasil. É um bolo que combina maciez com crocante devido a farofinha chamada crumble. Fiz com mirtilo e damasco porque aqui é época destas frutas. Vocês podem preparar também com pêssego, uva preta, morangos, cerejas, pitangas ou qualquer outra fruta de estação. Tem um sabor maravilhoso…

cuca2newIngredientes
150g de manteiga (temperatura ambiente)
200g de açúcar
250g de farinha de trigo
1 colher de sopa de fermento em pó
3 ovos
1 pitada de sal
uma xicrinha de leite

Para o crumble (farofinha):
30g de manteiga
50g de farinha de trigo
30 de  farinha de amêndoas ou de avelãs ou coco seco ralado
30g de açúcar mascavo

Frutas frescas (à gosto)

cuca11newPreparo
1- Bata os ovos com o açúcar e o sal. Depois junte a manteiga e bata mais 2-3 minutos (fiz na batedeira).
2- Peneire a farinha e…

View original post 92 altre parole

Pubblicato in Senza categoria | Lascia un commento

Pão de Queijo

A receita é em italiano, mas não é difícil entender, o que conta são as quantidades! 🙂

Cozinhando em Roma

Questa ricetta è molto richiesta. Piace sempre a tutti, ed è impossibile non appassionarsi. In Brasile si usa mangiarli a colazione, ma sono uno spuntino adatto a tutte le ore. Esistono diversi modi di preparazione,  e questo è il mio: 

pao de queijo

Ingredienti
250 g di polvilho azedo (amido di manioca e si trova da Castroni)
150 g di latte
50 g di olio di mais o girasole
1 cucchiaio di sale
2 uova intere
100 g di pecorino grattugiato (va bene anche un altro formaggio)

Preparazione
Mettere il polvilho in una terrina.
Intanto scaldare il latte, l’olio e il sale fino all’ebollizione, e poi versare il tutto nella terrina col polvilho.
Mischiare bene il composto con un cucchiaio di legno.
Quando sarà tutto umido, unire le uova una alla volta e continuare a mischiare bene.
L’impasto deve risultare attaccato al cucchiaio come una palla morbida. Unire il formaggio.
Dopo foderare…

View original post 29 altre parole

Pubblicato in Senza categoria | Lascia un commento

“Grissini” de parmesão e sálvia

Um grissino não processado, mais barato e muito mais gostoso 🙂

Cozinhando em Roma

Ideal para acompanhar uma boa cervejinha ou um vinho branco bem gelado! É uma receita da Marly Marques que modifiquei colocando mais temperos e fazendo-os mais “espessos”. Ficam bem crocantes e sequinhos, perfeitos para aperitivo. Super fácil de fazer e de montar com pouquíssimos ingredientes.

palitos1newIngredientes
1 xícara de queijo ralado tipo parmesão
2 xícaras de farinha de trigo
2 colheres de manteiga
1 colher de fermento em pó
folhas de sálvia picadinhas (pode ser seca)
1 ovo para pincelar
água e sal.

Preparo
Junte a farinha, o queijo (reserve uma colher para polvilhar), a manteiga, a sálvia e o fermento. Misture bem com as mãos.
Prepare a “salmoura” com uma colherinha de sal em um copo d’água.
Junte a salmoura quanto for necessário para dar o ponto de espichar.
Faça os rolinhos corte como preferir.
Pincele com ovo batido e polvilhe com parmesão.
Leve assar em forma forrada com papel-manteiga…

View original post 15 altre parole

Pubblicato in Senza categoria | Lascia un commento

Canja de galinha com arroz e milho

Em tempos de comidas elaboradas com ingredientes exóticos de todas as partes do mundo, é bom lembrar das comidinhas de sempre, com as quais crescemos. Mais clássico que a canja de galinha não existe. Aqui na Itália é muito usado  se prepara como no Brasil sem sofisticação, e com ingredientes básicos. O caldo de galinha pode ser preparado antes e até congelado, quando for usar é só juntar o arroz. A única dificuldade é encontrar uma galinha caipira, orgânica como se deve, e é essencial, mas não impossível 🙂

sopa1

Ingredientes
1 galinha caipira inteira
1 cebola inteira
1 cenoura
2 ramos de salsinha
1 x de arroz tipo arbóreo
1 lata de milho verde (se tiver espiga melhor ainda)
queijo parmesão
sal e pimenta do reino

Preparo
Em uma panela grande coloque 4 litros de água fria.
Corte a galinha em pedaços e junte à água todas as partes, com pele e ossos.
Junte a cenoura e a cebola cortadas pela metade, a espiga de milho e o ramo de salsinha e uma colherinha de sal.
Deixe ferver em fogo baixo, por 1 hora e meia ou duas. No início tire a espuma que se forma com uma escumadeira.
No final controle o sal e tire as carnes e os legumes com uma escumadeira e reserve.
Agora filtre todo o caldo com uma peneira grande.

Pode deixar esfriar e por na geladeira para tirar a gordura que se solidifica com uma escumadeira… OU… quando ainda está quente  coloque um guardanapo de papel simples e branco que absorve o excesso de gordura.

Tire a pele e os ossos da galinha e junte a carne em lascas ao caldo junto com o milho se for em lata e quando estiver fervendo acrescente o arroz. Controle de novo o sal e coloque pimenta do reino. Depois de 15-20 minutos, tá pronto. O caldo é caldo, não é cremoso!
Sirva com queijo parmesão ralado.

sopa6

Pubblicato in pratos principais/piatti unici, sopas, verduras/verdura | Contrassegnato , , , , | Lascia un commento

Pollo alla cacciatora

Receita super clássica, para ficar perfeita é só cuidar de alguns detalhes: o frango deve ser caipira, orgânico, saudável, criado no campo etc….sim exagero, mas é bom sonhar :). Ter paciência, para ficar tudo bem douradinho. Como toda a receita clássica tem muitas versões, mesmo dentro da mesma família; na preparação usa-se o frango inteiro, todas as partes. Alguns ingredientes são dispensáveis como alici ou vinho, que pode ser branco, as azeitonas podem ser de um tipo só e os aromas, podem ser outros, como manjerona por exemplo.

pollo6nn

Ingredientes
1, 3 kg de frango
5 colheres de cebola picada
3 colheres de salsão picadinho
2 dentes de alho
alecrim
sálvia
salsinha
2 filézinhos de alici em conserva
½ copo de vinho tinto
1 pimenta malagueta
azeitonas pretas e verdes sem caroço
2 tomates grandes
250g de tomates pelados em lata
3 colheres de óleo
sal

temperos pollon.jpg

Preparo
Corte o frango em pedaços.
Pique todos os temperos.
Em uma panela larga e grande coloque os pedaços de frango sem sobrepor uns aos outros.
Junte o óleo e deixe dourar mexendo sempre.
Agora junte a cebola, o alho, a sálvia, alecrim, salsão, os filezinhos de alici, a pimenta e sal e mexa bem até ficar douradinho.
Agora é hora do vinho tinto: junte o meio copo de vinho e deixe evaporar bem (com paciência, pq aí tá o segredo). Quando estiver quase “seco”, junte os tomates pelados e o fresco. Coloque meia xícara de água, prove o sal.
Tampe e abaixe fogo e deixe (contado no relógio!) pelo menos 50 minutos.
Se ficar seco acrescente um pouco de  água.
No final o molho deve ficar denso e vermelho escuro.
Sirva com a salsinha picada fresca por cima.

 

Pubblicato in carnes/carni, Senza categoria | Contrassegnato , , , , | 1 commento

Torta de abobrinha

É uma torta rápida de fazer, é só ter em casa a massa folhada comprada pronta, ou se preferir pode ser feita com a massa de empada, receita AQUI. As abobrinhas são usadas cruas sem nenhum prévio cozimento. Fica uma delícia e para a versão vegetariana é só não acrescentar o presunto. Pode ser servida em qualquer refeição até como lanche e fica boa quente, morna e fria.

abobrinha

Ingredientes
500 g de massa folhada comprada pronta ou massa de empada.
500 g de abobrinha ralada
2 ovos
100 g de parmesão ralado
4-5 tomatinhos
100g de presunto cortado em pedacinhos
350 g de ricota fresca
salsinha e cebolinha
sal e pimenta preta

abobrinha2

Preparo
Pré-aqueça o forno.
Lave e rale as abobrinhas no ralo grosso (com casca!) ponha um pouco de sal e enxugue bem com o papel toalha.
Pique os tomatinhos inteiros (se usar os grandes, use 2-3 e tire as sementes para não ficar muito líquido).
Junte em um recipiente: as abobrinhas, os tomatinhos, a ricota, os ovos, o presunto, o parmesão e os temperos cortados bem fininhos.
Prove o sal e junte a pimenta. Misture tudo muito bem.
Espiche bem a massa folhada e forre o fundo e os lados de uma forma de abrir.
Coloque o recheio sobre a massa e leve ao forno.
Forno quente (200 graus) por 5 minutos e depois abaixe para 180 por mais 30-35 minutos, até ficar dourada.

Nota: é importante colocar no forno bem quente senão o recheio solta água e a massa fica crua.

Pubblicato in entradas/antipasti, vegetariano, verduras/verdura | Contrassegnato , , , | Lascia un commento